MENU

O que são golpes de mídia social?

Apoiar a gestão de dinheiro online

Os golpes de mídia social visam os jovens de várias maneiras, inclusive por meio de seus hábitos de consumo.

Obtenha apoio e orientação sobre como proteger os jovens de golpes de mídia social, incluindo o que você pode fazer para lidar com golpes se eles acontecerem.

Um adolescente carrancudo usa seu smartphone enquanto ícones mostrando golpes de mídia social flutuam ao seu redor.

Como a mídia social pode influenciar os hábitos de consumo das crianças?

A mídia social é muito importante para crianças e jovens, com 93% das crianças de 12 a 15 anos usando esses aplicativos e plataformas.

Pesquisa da Ofcom,* descobriram que 67% das crianças relatam que a mídia social as faz sentir felizes o tempo todo ou a maior parte do tempo. Além disso, 66% disseram que a mídia social os ajuda a se sentirem mais próximos de seus amigos.

Embora a mídia social possa ajudar as crianças a gerenciar amizades e fazer conexões, também existe o risco de danos. Eles podem ver o conteúdo ou conversar com pessoas que podem influenciá-los diretamente.

Aqui estão alguns exemplos de como:

O poder dos influenciadores

Os influenciadores em sites e aplicativos populares de mídia social fazem exatamente isso – influenciam seus seguidores. Infelizmente, isso nem sempre é de uma forma positiva.

As postagens promovidas de influenciadores podem incluir itens que eles realmente não usam. Muitas vezes, eles assumem a forma de suplementos dietéticos ou chás, planos de condicionamento físico e outros produtos. atacando a autoimagem negativa.

A estudo de Wunderman Thompson** constatou que 25% dos jovens de 6 a 16 anos decidiram o que comprar com base no que influenciadores de mídia social e blogueiros promoveram.

É importante verificar regularmente os interesses das crianças, especialmente quando se trata das pessoas que elas seguem online. Isso o ajudará a identificar quaisquer influências potencialmente prejudiciais.

Pressão dos colegas nas redes sociais

A mesma pesquisa descobriu que 28% das crianças confiam nas opiniões de seus amigos sobre o que comprar. Isso não é novidade nas mídias sociais, pois as crianças sempre quiseram que a última moda, brinquedo ou colecionável parecesse 'legal' entre seus colegas.

No entanto, a diferença agora é que a internet pode aparentemente colocar mais pressão sobre crianças e jovens. Influenciadores de mídia social, notificações regulares, anúncios constantes e design persuasivo trabalham juntos para incentivar os gastos.

Além disso, os golpes de mídia social podem aproveitar isso com anúncios direcionados ou mensagens que parecem vir de amigos.

Aumento de golpes online

Ícone de golpesA pandemia de Covid-19 viu um aumento significativo no número de golpes online. Na verdade, um Estudo 2021 encontraram um aumento de 156% nas fraudes cibernéticas desde 2017.

Isso se deve em parte ao aumento do número de usuários nas redes sociais. Dessa forma, os golpistas veem uma oportunidade maior de explorar pessoas vulneráveis, como crianças e adolescentes.

Além disso, dados do Barclays mostra que 54% das vítimas de golpes online ficaram com vergonha até mesmo de denunciar o crime.

Apoiado por

Impactos positivos nos hábitos de gestão do dinheiro das crianças

Confiança nas avaliações e recomendações dos clientes

Estudos sugere que cerca de 93% dos clientes leem comentários online antes de comprar um produto. Na verdade, 91% dos jovens de 18 a 34 anos disseram que confiam nas avaliações online tanto quanto nas recomendações pessoais. Dada a situação atual com o COVID-19, tem havido um aumento nas compras online, bem como um aumento no uso da mídia social e os dois estão interligados - a mídia social tem um impacto sobre o que compramos.

Aparentemente, os consumidores influenciados pelas redes sociais têm quatro vezes mais probabilidade de gastar mais dinheiro em compras. O conteúdo de curto prazo em sites como Snapchat ou Instagram é importante, pois ajuda as marcas a se conectar com os consumidores, principalmente os jovens.

Mais de 75% dos adolescentes disseram que confiam nos YouTubers do que nos comerciais na TV e tem havido um aumento na influência dos vloggers. A pesquisa descobriu que 95% dos pais americanos achavam que era importante envolver seus filhos em compras que eram para eles e 67% procuravam produtos online com seus filhos para fazer isso.

ComentáriosÍcone
Influenciadores podem ser a chave para expor golpes

Esses influenciadores têm um papel a cumprir - com um grande número de seguidores, muitos deles crianças e jovens, eles podem facilmente compartilhar mensagens importantes sobre golpes ou outros problemas online para um público que os ouvirá. Recentemente, influenciadores têm compartilhado histórias sobre como eles próprios foram vítimas de golpes online e estão aumentando a conscientização para evitar que o mesmo aconteça com seus seguidores.

InfluenciadoresÍcone
As plataformas sociais podem ser um lugar para encontrar pechinchas

Apesar dos golpes óbvios que você pode encontrar nas redes sociais, também pode ser um lugar para encontrar uma pechincha. Seguir empresas conceituadas em seus canais de mídia social pode dar aos assinantes ofertas exclusivas ou acesso antecipado aos itens de venda. De fato, foi relatado que algumas empresas respondem a solicitações online de descontos, mas isso é raro, embora recomendar a outras empresas que se inscrevam para receber marketing de uma empresa possa resultar em descontos para você, caso tenha feito a indicação.

Tenha muito cuidado com os anúncios que sugerem que, ao curtir uma página, você pode receber produtos gratuitos ou participar de um sorteio - essas podem ser formas de coletar seus dados.

SocialBargainsÍcone

O que os pais devem saber sobre golpes de mídia social?

Certifique-se de revisar as ofertas de perto

Incentive seu filho a pesquisar antes de compartilhar detalhes de ofertas nas mídias sociais, especialmente se algo for anunciado como 'grátis'. Se parece bom demais para ser verdade, provavelmente é.

À primeira vista, muitos golpes de mídia social parecem genuínos. Por exemplo, os golpistas podem incluir o logotipo de uma marca popular para chamar a atenção dos usuários e convencê-los a clicar.

Ajude as crianças a aprender a identificar informações falsas com Encontre o falso.

Golpes procuram coletar dados

Os golpes geralmente procuram coletar dados e vendê-los a terceiros. Um desses golpes afirma dizer quem visita seu perfil de mídia social. Isso é particularmente atraente para crianças e jovens curiosos que navegam nas experiências desafiadoras de relacionamentos e popularidade.

No entanto, essas ofertas simplesmente coletam dados pessoais adicionando malwares para dispositivos. Este malware coleta dados pessoais e não está conectado à plataforma de mídia social em questão.

Muitas vezes, esses golpes também enviam mensagens a amigos e seguidores para recomendar o serviço a eles. Isso ocorre porque a pesquisa mostra que temos muito mais probabilidade de acreditar na recomendação de um amigo. Assim, o problema se espalha.

Saiba mais sobre violações de dados e ficar seguro com assessoria do Centro Nacional de Segurança Cibernética.

Os golpistas podem se passar por marcas conhecidas

Pesquisa da Ofcom* constatou que 61% das crianças de 12 a 17 anos identificaram uma postagem de mídia social como genuína por causa do logotipo da marca. Embora a postagem em questão seja genuína, os golpistas podem facilmente usar logotipos de marcas para enganar os usuários de mídia social. Além do mais, alguns golpes são muito difíceis de detectar porque os sites imitam muito bem os originais.

Alguns golpes são facilmente detectáveis ​​com erros de ortografia e logotipos ligeiramente alterados. No entanto, outros copiam marcas e plataformas muito bem, levando a mais vítimas.

Além disso, como estamos tão acostumados a ver anúncios dessas marcas, pode ser mais difícil separar os verdadeiros dos golpes.

Se algo parece vir de uma marca:

  • visite o site da marca diretamente para confirmar negócios. Descontos e vendas são anunciados nas mídias sociais, mas, se genuínos, aparecerão no site oficial.
  • verifique se o perfil da mídia social é genuíno. A maioria das plataformas de mídia social permite que as empresas verifiquem suas contas. Além disso, qualquer perfil de mídia social deve ter um link direto para o site oficial da marca.
  • evite clicar em links de contas desconhecidas. Phishing pode acontecer por meio de e-mails, mensagens de texto e mídias sociais, por isso é importante navegar diretamente para o site em vez de links suspeitos.

Quais são os golpes populares nas redes sociais?

Catfishing

Alguém fingirá ser outra pessoa online para adquirir dinheiro ou informações pessoais de um indivíduo. Esses tipos de golpes geralmente são direcionados àqueles que procuram um relacionamento romântico, e isso é algo que deve ser levado em consideração ao usar sites de namoro online.

Clickbait

Uma imagem ou texto criado para chamar nossa atenção e nos encorajar a clicar em um link ou a nos envolver com uma parte do conteúdo, como um vídeo ou um pequeno artigo. O conteúdo muitas vezes será sensacional (você não vai acreditar) ou apresentará uma oferta (última chance, faltam apenas 3). Clickbait promete algo que é muito improvável de se concretizar.

Fique rico rápido

Isso claramente se enquadra na categoria "se parece bom demais para ser verdade, então provavelmente". Se fosse realmente tão fácil, então certamente todos estariam fazendo isso?

Roubo de identidade

Muitos de nós publicamos muitas informações nas redes sociais. Isso pode ser pego por outras pessoas e usado para roubar nossa identidade. Nomes, endereços e datas de nascimento costumam ser fáceis de encontrar - mesmo que você não compartilhe seu DOB, as postagens sobre seu aniversário de familiares e amigos dizendo Feliz dia 16 tornarão mais fácil determinar isso. Ter uma conta privada é importante, mas quantos de seus 537 seguidores você realmente conhece?

Phishing

Usar nossas plataformas de mídia social favoritas para levar nossos dados e informações pessoais. Essas postagens podem frequentemente aparecer nos perfis de nossos amigos para dar a eles mais autenticidade e significar que temos mais probabilidade de ser enganados e clicarmos.

 

Compra de golpes

Esses são anúncios falsos em sites de leilão ou mídia social que usam imagens genuínas de itens para persuadi-lo a comprar algo. No entanto, quando você clica no site, ele pode parecer real, mas, na verdade, é um site clonado configurado para receber pagamentos e detalhes pessoais sem a intenção de enviar o item comprado.

Smishing

Isso é phishing, mas em um dispositivo móvel. Normalmente, o smishing fará uso de textos (nos quais as pessoas muitas vezes parecem confiar mais do que em uma postagem nas redes sociais). Um dos mais comuns fingirá ser do seu banco ou de uma empresa de entrega de encomendas avisando que não foi possível entregar aquele pacote importante que você estava esperando e o encorajando a clicar aqui para organizar a coleta ou entrega em outra data.

 

Quizzes e competições

Muitas vezes, esses questionários pedem aos usuários que respondam a 3 perguntas com a promessa de serem colocados em um sorteio para ganhar ingressos ou mercadorias. Assim que as perguntas forem respondidas, você será levado a um site para inserir informações pessoais para que possa receber o prêmio se tiver a sorte de ganhá-lo. O mesmo pode acontecer com as pesquisas - se você participar da nossa breve pesquisa, terá a chance de ganhar….

Última Enquete
Seu filho consegue identificar um golpe de mídia social?
Você acha que seu filho pode detectar um golpe na mídia social?

As plataformas de mídia social estão cientes dos golpes?

As plataformas de mídia social têm políticas claras para proteger os usuários contra golpes e conteúdo fraudulento ou enganoso. Essas plataformas impõem essas políticas banindo usuários e rejeitando esse conteúdo.

No 2020, por exemplo, TikTok rejeitou mais de 3.5 milhões de anúncios que violaram suas políticas e diretrizes de publicidade.

Embora as plataformas de mídia social tomem medidas contra fraudes, elas só podem fazê-lo quando os usuários fazem denúncias. Crianças e jovens devem entender a necessidade de denunciar golpes para proteger os outros.

# Anúncios e influenciadores

No Reino Unido, influenciadores e vloggers devem divulgar quando recebem pagamento de uma marca para promover um produto. Isso deve acontecer em qualquer conteúdo online, incluindo vídeos, postagens de mídia social e blogs. Isso significa que a natureza do relacionamento com a marca é clara. Assim, os usuários devem questionar se a promoção é genuína — que o influenciador usa o produto — ou devido ao patrocínio.

Os influenciadores precisam deixar essa parceria clara antes de qualquer envolvimento com ela (antes que um usuário clique ou abra qualquer coisa). No entanto, isso nem sempre acontece. Relatar casos em que não está rotulado adequadamente pode ajudar a plataforma a agir.

CyberFirst do NCSC

Capturas de tela das histórias do CyberFirst.

Ensine crianças de 11 a 14 anos a se manterem seguras online com o CyberFirst — recursos de lição do NCSC.

IR PARA NCSC

Orientação sobre golpes de mídia social de plataformas populares

Veja o que as plataformas a seguir fazem para lidar com golpes de mídia social e saiba como denunciá-los.

Como posso proteger meu filho de golpes de mídia social?

A alfabetização digital é uma habilidade que se desenvolve com o tempo. Além de garantir as crianças estão na idade apropriada para a plataforma que eles usam, as dicas a seguir podem ajudar a mantê-los protegidos contra golpes de mídia social.

Converse sobre golpes de mídia social

Se houver uma história sobre um golpe de mídia social no noticiário, pergunte a seu filho sobre isso. Eles viram a história? O que eles pensam? Eles já viram algo semelhante online? O que eles fizeram? O que eles poderiam fazer se virem o golpe online?

Trate-o como uma conversa casual baseada na curiosidade durante uma caminhada ou carro. Lembre-se de que pessoas de todas as idades são vítimas de golpes, não apenas crianças e jovens.

Quanto mais você fala sobre problemas online, como golpes de mídia social, mais natural e normal isso se torna.

Verifique as configurações de mídia social

A maioria das plataformas de mídia social permite que os usuários controlem sua privacidade. Por exemplo, eles podem escolher quem vê seu conteúdo, quem pode contatá-los e qual conteúdo eles veem em seu feed.

A configuração de privacidade e segurança fornece uma rede de segurança para proteger as crianças contra golpes de mídia social e muito mais. No entanto, falar regularmente sobre a vida digital das crianças também é vital para a segurança delas.

Visite estes guias passo a passo para plataformas populares de mídia social para começar a falar com seu filho sobre sua segurança online:

Ou veja todos os guias de mídia social SUA PARTICIPAÇÃO FAZ A DIFERENÇA.

Encoraje o pensamento crítico

Os anúncios nas mídias sociais geralmente parecem genuínos e incentivam os usuários a clicar em um link. Como tal, é especialmente importante garantir que ele leve ao site que você espera e não a um que simplesmente pareça semelhante.

Incentive as crianças a parar e pensar antes de clicar nos anúncios. Em caso de dúvida, eles devem navegar até o site por meio de um mecanismo de pesquisa ou do URL.

Além disso, lembre-os de nunca enviar dinheiro ou fazer compras em sites ou plataformas desconhecidas. Eles devem conversar com você sobre como fazer compras, especialmente quando não tiverem certeza.

Nosso guia de pensamento crítico online pode ajudá-lo a apoiar seu filho enquanto ele aprende a fazer escolhas positivas online.

Reforce a importância de proteger os dados pessoais

Lembre aos jovens que seu banco irá nunca peça-lhes para fornecer detalhes bancários online pessoais. Se alguém afirma trabalhar para o banco ou outra organização oficial, seu filho deve entrar em contato diretamente com a organização.

Os golpistas costumam usar táticas para assustar as vítimas e fazê-las fornecer informações pessoais. Portanto, se seu filho teme que algo aconteça, ele deve vir até você.

Exemplos dessas táticas incluem:

  • informar aos proprietários de contas que há atividade fraudulenta em suas contas
  • alertando os proprietários de contas, ações legais serão tomadas contra eles se eles não agirem

Sempre denuncie possíveis golpes

Se você ou seus filhos souberem de algo que pareça suspeito online, é importante agir.

Denuncie golpes na plataforma e para Fraude de ação. A Action Fraud é o centro nacional de relatórios do Reino Unido para fraudes e crimes cibernéticos. Se você mora na Inglaterra, País de Gales ou Irlanda do Norte, denuncie desta forma.

Para aqueles na Escócia, você pode denunciar golpes e fraudes diretamente ao polícia.

Recursos adicionais

Mais para explorar

Aqui estão mais conselhos e recursos para apoiar crianças e jovens nesta questão:

Isso foi útil?
Diga-nos como podemos melhorá-lo

Logotipo do Barclays pequeno